dentro

A falta de conscientização da população poderá levar Lages a um segundo lockdown

Foto:Ari Junior e Ary Barbosa de Jesus Filho

Com todo o esforço que poder público estadual e municipal está fazendo através de medidas mais restritivas para o enfrentamento a Covid 19(novo Coronavírus), e evitar uma segunda quarentena, infelizmente ainda tem boa parte da população de Lages levando a situação que é muito séria na brincadeira, não tendo a mínima consciência de que seus atos deverão levar o município a fechar suas portas através de um segundo lockdown.

Pois durante o último sábado, (18 de julho), a Força de Segurança composta pela Defesa Civil Municipal, Vigilância Sanitária, Polícia Militar, Policia Civil e Diretoria de Trânsito (Diretran) saiu às ruas e avenidas de Lages em uma operação para a fiscalização no cumprimento do Decreto nº 18.062, assinado na última semana pelo prefeito Antonio Ceron, com base na prevenção e combate ao Coronavírus.

Durante o início da tarde, as equipes foram divididas e percorreram o Centro, o bairro Coral, áreas adjacentes e comerciais de alguns bairros para verificação do cumprimento do horário de fechamento do comércio em geral, que ficou estabelecido para às 14 horas, nos sábados. E para a grande decepção dos integrantes da Força de Segurança, foi encontrado diversos estabelecimentos comerciais não cumprindo o Decreto. Todos foram fechados de forma imediata pela Força de Segurança e os gerentes e proprietários advertidos.

Nos espaços públicos, praças e parques algumas pessoas ainda insistiam em se aglomera, porém todos foram orientados a se retirarem e voltarem para suas residências.

Já durante o período noturno as fiscalizações foram voltadas para os bares, restaurantes, boates, lanchonetes, pizzarias, mercearias, mercados, lojas de conveniência, festas particulares, aglomerações de pessoas, entre outros. Durante a fiscalização foi flagrado um mercado no bairro Promorar, que de imediato foi fechado por não respeitar o horário limite de funcionamento. Uma mercearia, no bairro Caroba, também foi fechada por não cumprir o horário determinado no Decreto. Já no bairro Coral, na avenida Camões, a Força de Segurança abordou uma aglomeração de jovens que praticavam skate.

Também no bairro Caroba, as Forças de Segurança tiveram que intervir e acabar com uma festa de aniversário, com aglomeração de pessoas foi imediatamente interrompida. O proprietário do imóvel foi advertido e todas as pessoas orientadas para se retirarem do local e voltarem para suas casas. “Não é o momento para festas e outros tipos de atividades em grupos de pessoas. Temos que ter consciência do atual momento da pandemia em nosso município. Precisamos ter todos os cuidados para que a situação não se complique nos próximos dias na cidade”, comentou o secretário executivo de Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza.

O secretário ainda destaca que o descumprimento das normas poderá ensejar na penalidade prevista no art. 268 do Código Penal (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa), passível de detenção e multa. Os estabelecimentos que não cumprirem com as condições de posturas e sanitárias serão interditados por um período de um dia. A cada reincidência o período de interdição será dobrado sucessivamente.

Neste domingo (19 de julho) a Força de Segurança atuará novamente em todos os pontos da cidade para a fiscalização dos estabelecimentos e no cumprimento por toda a comunidade ao Decreto Municipal que estabelece medidas restritivas em Lages no combate à Covid-19.

Fonte: Ari Junior/Assessoria de Comunicação Prefeitura de Lages

Um comentário

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Prefeitura lamenta informar o sétimo óbito por Covid 19 em Lages

Pancadaria na Av Dom Pedro II termina com dois no hospital em Lages