dentro

DIC esclarece homicídio em presídio e prende 23 membros de Facção em Lages

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Lages, concluiu inquérito policial que chegou até os culpados da morte de Edson Ramos, ocorrida no dia 26 de maio de 2019, dentro do Presídio Masculino de Lages. O inquérito indiciou 23 pessoas ligadas à uma organização criminosa que atua dentro dos Presídios de Lages. Os envolvidos são:

Gledson Ricardo dos Santos,

Leandro Martins da Silva

Mateus Souza Silva

Alex Correa Dutra

Carlos Jardel de Castro de Oliveira

Alexandre Ribeiro

Felipe Everton Antunes dos Anjos

Gustavo Costa Alves

Jeferson Rodrigo Padilha

Rodrigo Alves

Vinicius Moreira da Silva

Thiago Maciel dos Santos

Adriano Rodrigo da Silva

Claudemir Ferreira Teles Junior

Leandro de Liz

Willian Fernando Lopes Tavares

Júlio Cesar de Oliveira Cândido

Leandro Francisco Fernandes

Cleberson Rodrigue Telles

Everton Douglas Padilha

Elisson de Oliveira Ribeiro

Rodrigo Guilherme Fagundes

Jadiel da Silva

Os 23 envolvidos tiveram as prisões preventivas decretadas pela 1° Vara Criminal de Lages e irão responder por crime Hediondo e por pertencerem a facção criminosa.

Todos os envolvidos são membros da organização criminosa Primeiro Grupo Catarinense, (PGC) e a ordem de execução da vítima, partiu do grupo, em razão de dívidas que a vítima possuía com a facção. Os mandados de prisões foram cumpridos e os indiciados ficaram recolhidos no Presídio Masculino de Lages local onde ficarão à disposição da justiça.

Clique no Link e relembre o caso

Fonte: Assessoria de Imprensa 8ª Delegacia de Polícia de Lages

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeitura Municipal de Lages abre processo seletivo para vários cargos

Tarado é preso após se masturbar em frente ao Hospital no Centro de Lages