dentro

Evento La Jazz, de jazz, blues e MPB, nesta noite na Pousada Refúgio do Lago

Uma constelação de artistas poderá ser assistida nesta sexta. Lages poderá sediar um Festival de Jazz em 2019

Com apoio logístico da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, será promovida, na noite desta sexta-feira (20 de abril), a partir das 22h, o evento La Jazz, de jazzblues e Música Popular Brasileira (MPB), na Pousada Refúgio do Lago. Lages poderá sediar um Festival de Jazz em 2019.

Na programação desta sexta, show da banda Doctor Holmes e Jam Session, com 19 músicos, todos com excelência no jazzblues e MPB reunidos na Pousada Refúgio do Lago. O show da Doctor Holmes com a voz marcante de Sergio Holmes, guitarras de André Lisboa, baixo de Douglas Xavier e a bateria de Jorge Picinato, com apresentação do jazz/blues/latino do CD Southern Winds.

A noite abre com Silenio Oliveira, acompanhado por Guto Seara, da Banda Immigrant, seguidos pela banda Madeira de Lei com Vicente Pereira, Rodrigo Melegari, Maicon Schweitzer e Johny Komorowski, num repertório recheado de clássicos. Músicas da Pink Floyd estão incluídas.

Jam Session chega com os melhores nomes de Santa Catarina em suas áreas de atuação. O mestre Guinha Ramires, um dos principais diretores musicais do Acústico Brognoli, com turnês pelo Brasil, Europa, Estados Unidos e CDs gravados na Áustria; Geraldo Vargas, parceiro de grandes nomes da música brasileira, como Mauricio Carrilio e Yamandú Costa, assim como Luiz Gama, o Pelé, que já tocou com Elza Soares e João Bosco; Caio Muniz, arranjador e produtor musical no Brasil, Japão e Inglaterra; Silvia Abelin, com formação em solfejo e piano clássico na Inglaterra, também é compositora e cantora do aclamado CD Tanto Tudo; Rodrigo Lucio, que tem uma carreira de 12 anos na Europa e turnês pelo mundo, incluindo o disputado festival de Montreux Jazz; o mineiro Sérgio Guimarães, mestre em violão popular erudito, e Júlio Cruz, cantor e compositor (suas músicas falam da beleza, tradições, cotidiano e história de Santa Catarina, e a poesia nas letras e os arranjos elaborados são sua marca). A última atração do evento será o compositor mais gravado e reproduzido na história da música catarinense, o músico lageano Daniel Lucena.

O diretor de Turismo, Luís Carlos Pinheiro, comenta que, “este tipo de evento atende o gosto de uma grande parcela de lageanos e visitantes de fora. O público vai ter a oportunidade de prestigiar mais de dez músicos de renome. É um segmento diferenciado do que a Serra está acostumada, no estilo musical, mas acreditamos que, se no próximo ano tivermos um Festival, movimentaremos a cidade, o turismo e a economia em um determinado período do ano.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito interrompido amanhã e domingo em algumas ruas em Lages

Bocaina do Sul recebe trator resultado das emendas parlamentares da Deputada Carmem Zanotto