dentro

Força de Segurança retorna com todo rigor nas fiscalizações em Lages

Há quase um ano do surgimento da pandemia do novo coronavírus, o gerador da doença Covid-19, estamos no que as autoridades epidemiológica chama, de segunda onda do Coronavírus, e após o Governo do estado editar novo Decreto com regras de restrições, e o prefeito de Lages também editar novo Decreto com regras mais rígidas que as di governo estadual, reeditando na integra a  Força de Segurança do Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento ao Coronavírus, composta pela Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Diretoria de Trânsito, Corpo de Bombeiros Militares, Polícia Militar e Polícia Civil continuam com seus agentes nas ruas fiscalizando ainda com mais rigor as aglomerações de pessoas, descasos com o uso da máscara de proteção facial e do álcool 70 liquido ou em gel.

Conforme programado, às 19h as entidades que compõe a Força de Segurança se reuniram no quartel do 6º Batalhão da Polícia Militar, os agentes da Defesa Civil e Diretran, que se somaram ao comboio das polícias Civil e Militar, para a ronda durante a noite e madrugada desta quinta-feira.

De acordo com o secretário executivo da Defesa Civil de Lages, João Eduardo da Silva Pacheco (Sargento Pacheco), tanto a Polícia Militar quanto a Defesa Civil já tem mapeado os locais onde tem se registrado eventos e aglomerações. “Mas além deles, também estaremos agindo com máximo rigor nos estabelecimentos noturnos como bares e casas noturnas, exigindo o cumprimento do Decreto Municipal”.

Enquanto a Força Tarefa vai atuar no roteiro determinado, a Vigilância Sanitária estará com seus fiscais atuando em outra linha, “mas também com a mesma finalidade, ou seja, o cumprimento da lei, e para isso, contamos com um aparato técnico, inclusive com drones e até o Águia4 estará integrado à Força de Segurança”, complementa o secretário João Eduardo Pacheco.

Um dos locais onde estará sendo constantemente vigiado é o Salto Caveiras, pois segundo denúncias feitas na Polícia Militar e na Defesa Civil, todo final de semana tem acontecido festas e raves. “E vamos coibir a realização, comenta o secretário.

Novas medidas e regramentos a serem fiscalizados

– Fechamento das atividades comerciais a partir das 21h;

– Fechamento do Parque Jonas Ramos (Tanque) e outras praças;

– Multa de 5 (cinco) UFML/Unidade Fiscal do Município de Lages para pessoa física que não estiver usando máscara;

– Multa de 50 (cinquenta) UFML para pessoa jurídica que descumprir o decreto municipal. Multa em dobro para o caso de reincidência e, por fim, o fechamento da atividade;

– Máximo rigor da Força de Segurança, com a participação efetiva das polícias Civil e Militar, juntamente com a Defesa Civil Municipal de Lages.

Restrição de horário a partir das 21h

– academias e centros de treinamento;

– piscinas de uso coletivo, clubes sociais e esportivos e quadras esportivas, sendo que essas atividades estão proibidas aos sábados e domingos;

– shopping centers e centros comerciais; e – restaurantes, cafeterias, pizzarias, casas de chás, casas de sucos, lanchonetes, confeitarias, padarias e afins, limitado o ingresso de novos clientes entre as 8h e 20h, com encerramento das atividades às 21h.

Denúncias

Toda e qualquer denúncia deve ser feita através dos telefones de contato:

Polícia Militar: 190

Defesa Civil: 199

Plantão Defesa Civil (49) 984066-4037

Ou ainda pessoalmente na sede da Defesa Civil, no piso superior do Terminal Rodoviário Dom Honorato Piazzera, em Lages.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Prefeitura de Lages

Imagens: Defesa Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6º Batalhão de Polícia Militar recebe reforço no combate a Covid 19

Santa Catarina terá Lockdown nos dois próximos finais de semana