dentro

Serra Catarinense: Governo do estado anuncia investimentos de 66 milhões na região

A agenda do governador na Serra Catarinense iniciou pelo município de Lages nesta quinta-feira (09(. Logo pela manhã vistoriou as obras do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. A estrutura que tem previsão para ser entregue em dezembro de 2022, contará com 10 novos leitos de UTI e a reforma de outros 10 existentes. Com as melhorias, a unidade aumentará o número de neurocirurgias, cirurgias cardíaca, além de facilitar o acesso de pacientes que muitas vezes aguardam na emergência à espera de um leito intensivo. O investimento do Governo do Estado é de R$ 7 milhões, e está sendo repassado de acordo com o andamento da obra.

Já na parte da tarde, o governador esteve na Associação Comercial e Industrial de Lages (ACIL), onde anunciou uma série de ações, incluindo repasses de recursos, entregas de emendas parlamentares, assinatura de pacotes de convênios e o lançamento do Programa SC + Asfalto e usina de asfalto que irá beneficiar os municípios da Serra Catarinense.

R$ 35 milhões para infraestrutura e desenvolvimento econômico de Lages

Lages recebeu o repasse de aproximadamente R$ 35 milhões do governo do Estado, que serão investidos em obras de infraestrutura e desenvolvimento econômico. Entre as ações, R$ 3 milhões irá para a preparação do terreno onde será implantado o Parque Industrial, no distrito de Índios.

Os recursos também foram divididos entre obras de pavimentação e reperfilagem de diversas ruas e avenidas, como as avenidas Vitor Alves de Brito, João Goulart, Manuel Antunes Pessoa, entre outras.

Cerca de R$300 mil será utilizado na aquisição de um “castramóvel”, fortalecendo as ações da Gerência de Vida Animal, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente.

Recursos para o Mercado Público

Durante o ato, também foi assinado o termo de repasse de recursos para o Mercado Público de Lages. O valor de aproximadamente R$ 900 mil será utilizado na fase de acabamentos, antes de abrir suas portas ao público, como o fechamento de vidro da área nova, aquisição de móveis para a praça de alimentação, sistema de vigilância por câmera de videomonitoramento, sistema de som e móveis para o auditório.

Implantação de rede da SCGás entra na segunda etapa

Projeto pioneiro em Santa Catarina, a rede estruturante implantada pela SCGÁS em Lages começou a operar no dia 20 de julho de 2020.A companhia investiu cerca de R$ 7 milhões para implantação de aproximadamente 11 km de rede na primeira fase do projeto. O gás natural é canalizado da cidade de Indaial até Lages e abastece postos de combustíveis e atenderá novos mercados após ampliação. A segunda etapa já está em andamento, com conclusão prevista para 2024. Estão sendo investidos mais R$ 4 milhões na obra.

Recursos para a Saúde e Educação Especial

Através da Secretaria de Estado da Saúde, foram assinados convênios com os municípios de Anita Garibaldi e Bom Retiro. Também foram assinados protocolos de intenções de convênio para a aquisição de três ônibus escolares para transporte de alunos matriculados na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Lages (valor de R$1,2 milhão) e também para a reforma do telhado e acessibilidade da sede da instituição (R$1 milhão).

Apoio ao Esporte

O time de futsal Leoas da Serra recebeu homenagem pela conquista do bicampeonato da Taça Brasil de Futsal Feminino 2021. Durante o ato, o governador Carlos Moisés garantiu o aporte de R$ 250 mil para a substituição do piso do ginásio Jones Minosso.

Hospital e Maternidade Tereza Ramos

A abertura do primeiro e segundo pavimentos do bloco novo do Hospital  e Maternidade Tereza Ramos, em Lages, marca o início de uma nova fase para o setor de saúde de Lages e região. A medida vai garantir o funcionamento dos leitos destinados à assistência hospitalar na sua integralidade e permitir o fortalecimento dos serviços já ofertados, principalmente os atendimentos oncológicos. Também foi ativado o tomógrafo. A entrega oficial foi realizada pelo governador Carlos Moisés, na noite desta quinta-feira, 9.

No primeiro andar serão 30 leitos para pacientes oncológicos, mais três leitos para isolamento. Atualmente a unidade conta com 24 leitos para tratamento oncológico, e com o novo espaço passará a ter nove leitos a mais para oncologia. No local onde hoje são atendidos os pacientes da oncologia será utilizado para pacientes pós-cirúrgicos, onde atualmente existem oito leitos disponíveis e passará para 20 leitos, o que irá auxiliar na demanda de cirurgias. O segundo andar já estava sendo usado para a enfermaria Covid, e com a redução dos casos, o local passará para atendimento de enfermaria clínica.

Mais possibilidade de cirurgias

O diretor do HMTR, Maurício Batalha Machado, salientou que triplicar o número de leitos de UTI geral representa uma maior segurança para a população, dando a garantia da realização das cirurgias, que até então, em muitos casos eram canceladas por falta de leitos de UTI. “As novas alas também significam uma grande contribuição e melhoria das condições de trabalho para os profissionais da saúde, além de mais comodidade, conforto e assistência para população. E os equipamentos têm tido constante renovação. É muito mais tecnologia à disposição.”

O ato foi acompanhado pelo subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, por secretários de Estado, pelo prefeito Antônio Ceron, por servidores da saúde e autoridades municipais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confusão em abrigo de adolescentes acaba em BO

Bombeiros salvam idoso que se atirou da ponte do rio Caveiras em Lages