dentro

Incêndio em vegetação atinge residência e assusta moradores em São Joaquim na Serra Catarinense

Foto: Wagner Urbano

Bombeiros militares do município de São Joaquim foram acionados para atenderem uma ocorrência de incêndio em vegetação na rua Antônio Pereira Sobrinho, bairro Bela Vista, por volta das 18h:30 da noite de quarta-feira (26 de agosto), onde as fagulhas deste sinistro, acabaram atingindo o telhado de uma residência localizado na rua Luciano Goulart Neto, no mesmo bairro.

Segundo informações repassadas pela Assessoria de Imprensa do 5º Batalhão de Bombeiros Militares de Lages, o Incêndio se desenvolveu de acordo com a direção do vento, iniciando em áreas de campo nativo e ganhando força na extremidade do terreno onde tem grande quantidade de espinhos e fica próximo de casas e do Belvedere da cidade.

Feita a análise da propagação das chamas, foi iniciado o combate com uso de batedores pela retaguarda do fogo e realizado aceiro e técnica de fogo contra fogo e controle com uso de água na origem do incêndio, afim de evitar que o fogo chegassem nas residências, onde foram usadas cerca de 5000 litros de água para combater as chamas.

Após realizado o combate e controle no flanco de maior incidência, foram recolhidos os materiais e deslocado rapidamente para o atendimento de outra ocorrência, onde ao término, as guarnições foram solicitadas por meio de populares para deslocar até a rua Luciano Goulart Neto, para o atendimento de incêndio em edificação. No local foi constatado que se tratava de um princípio de incêndio em edificação de madeira, proveniente do incêndio em vegetação, atendido previamente, onde o imóvel devido ao grande acumulo de folhas secas sobre as telhas, com as fagulhas vindas do campo, entrou em combustão originando o fogo no telhado da casa, aquecendo as telhas e queimando parte da estrutura da cobertura.

As guarnições tiveram dificuldade para chegar ao local, devido sua estrada estreita e arborizada não permitindo a entrada do ABTR-78. A única viatura com água capaz de chegar ao sinistro foi somente a AR-130, onde a equipe realizou o corte da energia e iniciou o combate direto e utilizando a técnica de retirada de materiais e resfriamento. Conseguiu lograr êxito no combate, utilizando apenas 300 litros água.

Findada a ocorrência, foi orientado a proprietária sobre os cuidados a serem tomados e aconselhado a poda das árvores, permitindo fácil acesso das viatura de maior tamanho no caso de necessitarem de atendimento dos Bombeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área Azul volta funcionar em novembro em Lages

Idosos de Casa asilar passam por avaliação preventiva na área da saúde em Lages