dentro

Nossa convidada para a Sala de Bate-Papos da semana é Taina Borges do Núcleo de Comunicação Institucional do TJSC – Comarca de Lages

O debate com tema focado para “O Jornalismo na Serra Catarinense” marcou o segundo dia da Semana Acadêmica do Curso de Jornalismo. Para Taína Borges, Assessora de Imprensa do Tribunal de Justiça de Santa Catarina e uma das participantes deste debate, é muito válida essa troca de experiência, pois para os acadêmicos é de grande importância que se tenha referências, assim como todos nós tivemos, pois é isso que iremos aplicar no nosso dia a dia, seja no campo pessoal ou profissional.

“A semana acadêmica da comunicação, do jornalismo possui uma significância muito grande para o acadêmico, pois acaba proporcionando uma harmonia muito grande entre os profissionais pós graduados e com uma grande experiência profissional que participam das palestras, painéis, debates durante o evento, aproximando o acadêmico da realidade que será vivenciada por eles quando formados no campo profissional.” Destacou nossa convidada da semana.

Com a velocidade da informação na atualidade, com o uso da internet e das plataformas digitais, o que se aprende hoje, pode se tornar obsoleto amanhã, e o profissional que se gradua, não pode de maneira alguma parar no tempo. Tem que estar sempre em busca de se reciclar, buscando pós graduação, mestrado, doutorado, pós doutorado especializações em diversas áreas, para conseguir seu espaço ou se manter no mercado de trabalho, pois o mesmo nos dia de hoje, está cada vez mais exigente na seleção dos candidatos.

“Com a diversidade que existe dentro da área de comunicação, hoje o profissional além de buscar uma pós-graduação dentro da sua própria área, é de grande importância que também o faça em outras áreas como química, biologia, direito, dentre outras. Pois isso irá te proporcionar uma gama de conhecimentos fora da relações públicas, da publicidade, facilitando assim seu ingresso ou permanência no mercado de trabalho.” Relatou nossa entrevistada.

Abordando a participação da mulher dentro do jornalismo, vale destacar que se observarmos o gráfico abaixo, os cargos dentro dos veículos de comunicação, se equiparam, havendo sim um certo desiquilíbrio em favor dos homens, no que diz respeito a questão de cargo de poder e também na questão salarial.

“Esquecendo a parte teórica e partindo para a parte prática, nota-se em pesquisas feitas por grandes instituições de comunicações que apontam para um considerável crescimento na presença feminina nos veículos de comunicação. Pois hoje se vê com muito mais frequência a presença da mulher nas redações, nas TVs, nas rádios. Você observa que a mulher vem conquistando seu espaço também dentro dos veículos de comunicação. E isso é muito bacana, muito legal”. Finalizou Taína Borges.

Por: Márcio Vieira Proença

Foto: Marcio Roberto Chaves Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Depoimento especial muda a forma de ouvir crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência

Iniciadas as aulas da segunda turma de guardas mirins do Parque Natural