dentro

Ossada encontrada em caldeira de clube em Lages pode ser da mulher desaparecida

Segundo informações divulgadas no Portal CL Mais uma ossada encontrada na Caldeira de um clube social em Lages, leva a Polícia Civil de Lages a suspeitar que possa ser de Aline dos Santos Rosa, a mulher que encontra-se desaparecida na cidade de Lages.

A Polícia Civil pediu que fosse feita a limpeza e coleta de material para serem remetidos ao IGP de Florianópolis, onde será examinado por um Antropólogo Forense, pois o fato de Alceu trabalhar no clube e ter imagens dele no local fora do horário de expediente, horas após o sumiço de Aline, despertou a suspeita nos policiais responsáveis pela investigação, de que o marido possa ser o responsável pelo desaparecimento da mulher.

Segundo a Polícia Civil, até quarta-feira (24), Alceu era tido apenas como testemunha por ser parente próximo, inclusive na manhã de quarta-feira(24) ele esteve na Rádio Clube dando entrevista e fazendo campanha para encontrar a esposa, que morava no Bairro Habitação e trabalhava na JBS.

Segundo a PC, a fornalha tem capacidade de queima suficiente para decompor um corpo em um curto espaço de tempo. Ainda de acordo com a Polícia Civil, se o exame der positivo para osso humano, existe um crime e a investigação vai continuar, pois precisamos concluir o inquérito encontrando o autor ou autores do crime, e quem era a vítima, embora não haja formalização mais existe uma desconfiança de que Alceu está envolvido, o que prejudicaria o processo para a responsabilização judicial, já que ele morreu na tarde de quarta-feira em acidente na BR-116.

Fonte: Portal CL Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sexta-feira(26) Central de Atendimento funcionará somente até as 16h devido à manutenção elétrica no prédio

Flauta, Acordeom e Jazz fazem parte da programação do Teatro Marajoara no final de semana