dentro

Pesquisa da Rádio Mix aponta empate técnico entre Carmen e Ceron

Praticamente na madrugada de hoje, sábado (14), véspera das eleições municipais, sai através das redes sócias (whatsapp) o primeiro e talvez único resultado de pesquisa, que demonstram as intenções de votos dos lageanos na escolha do futuro prefeito (a) de Lages. Vale ressaltar que a pesquisa foi feita pelo Instituto Mapa entre os dia 12 e 13 de novembro, encomendada pela Rádio Mix de Lages.

O resultado demonstra um empate técnico entre os candidatos Carmen Zanotto (Cidadania) com 32% e Antonio Ceron (PSD) com 28%, levando em consideração o percentual de 4% de margem de erro para mais ou para menos, denota que as eleição no município está indefinida.

Outro fator que surpreende no resultado da pesquisa divulgada durante essa madrugada é o percentual de rejeição, onde a candidata Carmen Zanotto tem apenas 12% de rejeição e o candidato Antonio Ceron tem 30% de rejeição.

O que se pode observar através das campanhas de Carmen e Ceron, é que a estratégia do atual prefeito em ficar atrás de sua mesa em seu gabinete, evitando o contato direto com o eleitor, afirmando que a candidata Carmen deveria ficar em Brasília e cumprir o mandato a qual foi eleita não foi o suficiente para lhe garantir uma margem que lhe assegurasse uma tranquilidade quanto ao resultado da eleição.

Já a candidata Carmen Zanotto, devido ao longo tempo de atuação fora de Lages, como Secretária de Estado da Saúde, Deputada Federal, optou pela estratégia de ir direto ao encontro do eleitor, e desta forma, ouvir diretamente deles os principais anseios de cada região da cidade, deixando claro que durante sua estada em Brasília lhe deu experiência suficiente, lhe preparando para fazer um governo diferenciado, com a participação popular, o que fez com que a “onda verde”, chamada por ela tomasse conta da cidade, lhe colocando no páreo para a disputa da eleição.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: Quem governará Lages nos próximos quatro anos? Conforme o resultado da pesquisa, somente as urnas poderão responder essa pergunta a partir do início da noite de amanhã, domingo (15).

Os dados acima se constituem em informações obrigatórias para a divulgação de qualquer levantamento de opinião pública. Ali consta quem encomendou, metodologia, quantidade de entrevistados, período de levantamento, margem de erro, confiança e o mais importante: registro na Justiça Eleitoral.

 

A coleta de dados ocorreu por telefone, a partir da pergunta acima, na versão estimulada (o levantamento não fez no módulo espontâneo)

 

Resumo da pesquisa

 

Texto: Márcio Proença/Imagens Facebook Rádio Mix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zulmiro Klann é o novo presidente da CDL Lages

Dois mortos e três feridos em grave acidente na BR282 em Bocaina do Sul