dentro

Procura pelo Centro de Triagem apresenta queda significativa em Lages

Foto: Márcio Proença

Durante a apresentação do Boletim epidemiológico semanal na manhã de ontem, segunda-feira (21 de setembro), o Secretário Municipal de Saúde Claiton Camargo de Souza destacou a significativa queda dos números de atendimento no Centro de Triagem para a Covid-19, que funciona no prédio do antigo Pronto Atendimento Tito Bianchine.

Desde o início do mês de setembro, até o último sábado (19 de setembro), o Centro de Triagem havia atendido 1.553 pessoas, enquanto no mês inteiro de agosto foram 4.895 atendimentos neste mesmo local. Em julho foram recebidas 4.149 pessoas.

“A queda no número de atendimento no Centro de Triagem, representa uma redução do ritmo da pandemia. Este é o resultado dos cuidados e da gestão do problema e da crise causada, com medidas imediatas e efetivas. O Centro de Triagem vem em uma decadência no volume de atendimentos. Estamos, inclusive, tomando algumas medidas administrativas de redução da quantidade de profissionais para atendimento neste local. Contudo, o Centro de Triagem será mantido até pelo menos início de dezembro, pois se desconhece a situação da pandemia do novo Coronavírus até lá e temos de lembrar de analisar esta questão da evolução dos estudos para existência de uma vacina no planeta”, ressalta o secretário da Saúde de Lages, Claiton Camargo de Souza.

Na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 Horas Maria Gorete dos Santos, foram efetuados 4.750 atendimentos em setembro, 6.329 em agosto e 6.357 em julho.

O coronavírus vai, aos poucos, sendo desmascarado

Uma evolução no conhecimento de como lidar com a doença e os fatores da redução da demanda no Centro de Triagem. “Estamos aprendendo a lidar com o vírus. Temos mais domínio de informações do que tínhamos no começo e isto contribui para que façamos uma gestão melhor ainda do quadro a partir de agora. Nossas projeções estão cada vez mais assertivas e faz com que tenhamos mais tranquilidade para conduzir os trabalhos. Todos os dias trabalhamos para vencer esta batalha no final. São mais de seis meses no enfrentamento da Covid-19, estamos todos cansados, porém, a melhora do panorama nos motiva a seguir atuando com profissionalismo e seriedade para cada vez mais conseguirmos atingir os nossos resultados, permitindo que as atividades econômicas retornem e às pessoas não sofrerem de ficar totalmente isoladas. A comunidade neste momento tem de continuar tomando os cuidados e evitar aglomeração, independentemente da melhora do contexto”.

O secretário reforça o apelo pela manutenção incisiva das medidas de distanciamento social, hábitos de higiene e desinfecção permanentes e empatia. “Não podemos relaxar e devemos usar álcool gel e a máscara de proteção facial, coibindo, deste modo, o crescimento de casos e a volta das restrições. Equilíbrio e sensatez nos levarão à vitória”.

Os números atuais no município de Lages apontam para 3.114 casos confirmados, 2.924 recuperados, 109 pacientes em isolamento domiciliar, 17 pessoas internadas, seis internações de pessoas de outras cidades da Serra, ocupação de leito de UTI Covid-19 em 33%, 70 óbitos e 31 óbitos de moradores de outros municípios da região serrana.

Fonte: Daniele Mendes de Melo/Assessoria de Comunicação Prefeitura de Lages

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usina de Celso Ramos ganha novas turbinas

Caiu a casa para traficante do Bom Jesus em Lages