dentro

Receita de medicamentos de uso contínuo prorrogada por um ano

Os medicamentos sujeitos a controle especial permanecem seguindo os prazos anteriormente estabelecidos

Foto: Márcio Proença

Através de videoconferência na manhã desta quinta-feira (26 de março), a diretora de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde, Lucélia Scaramussa Ribas Kryckyj anunciou aos secretários municipais de saúde, a prorrogação do prazo de seis meses para um ano a vigência das receitas especiais para medicamentos de uso contínuo.

A nota técnica conjunta entre a Secretaria de Estado da Saúde Superintendência de Vigilância em Saúde, Sistema Único de Saúde e Conselho Regional de Farmácia está sendo repassada a todos os municípios e farmácias de Santa Catarina, pois sua abrangencia é no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS. O presidente do Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina, Marco Aurélio Thiesen Koerich, também participou da videoconferência.

Através desta decisão, durante o período de pandemia do novo coronavírus, as receitas médicas passam a valer por 12 meses e não mais os seis meses como de costume. A ampliação desse prazo vale para todas unidades do Programa Farmácia Popular, realizado por Drogarias e Farmácias.

A proposta da medida visa impedir que as pessoas, especialmente as idosas, precisem sair de casa e ir aos postos de saúde apenas para a troca da receita. Já os medicamentos sujeitos a controle especial permanecem seguindo os prazos anteriormente estabelecidos.

Fonte: Oneres/Amures

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vacina contra a Gripe: Nesta semana somente para profissionais da saúde, acamados e idosos

Assalto a farmácia no bairro Coral em Lages