dentro

Serra Catarinense na cor vermelha novamente

região da Serra Catarinense retorna para cor vermelha, indicativa de risco gravíssimo para Covid 19

Conforme o novo Mapa de Risco de Santa Catarina, divulgado na manhã desta quarta-feira (25) mostra o retorno da Serra Catarinense para a cor Vermelha, indicativa de risco gravíssimo.

No município de Lages, os números divulgados na manhã de ontem, terça-feira (24), durante a live de apresentação do Boletim do Coronavírus pelo Secretário Municipal da saúde, Claiton Camargo de Souza, coloca Lages em estado de alerta.

Conforme o Boletim, a Serra Catarinense vive o pior momento da pandemia, apresentando um total de 5794 pessoas positivadas, sendo dessas 4.303 recuperadas, 1335 em isolamento domiciliar, com o total de leitos de UTIs para COVID 19, com 100% de ocupação nos dois hospitais locais, com as enfermarias para Covid 19 com 84% de ocupação e o total de óbito de 147, sendo que destes 101 são de Lages e 46 de outros municípios. No Centro de Triagem, na última segunda-feira (23), foram atendidas 519 pessoas, número recorde de atendimentos desde o início da pandemia.

Na manhã de hoje, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Lages emitiu nota informando que a partir de hoje, as viaturas da Diretoria de Trânsito (Diretran), circularão pelas ruas da cidade com mensagens de áudio em alto-falante sobre o Coronavírus.

O Dr. Paulo Cesar da Costa Duarte, cirurgião vascular, postou em seu Facebook que não estamos fazendo o dever de casa. Bares, festas cheias, com jovens e adolescentes sem o uso de máscara, sem uso frequente de álcool em gel.

Os jovens e adolescentes se infectam com o Coronavírus da mesma forma, porém na sua maioria, não de forma grave, mas se tornam vetores para seus pais, tios, avós.

“Vamos colaborar, pois não é justo os profissionais da área da saúde estarem expostos ao caos da saúde por falta de consciência e responsabilidade dos jovens e adolescentes”. Destaca Dr. Paulo Cesar da Costa Duarte.

Segundo o secretário Claiton de Souza, já estão sendo tomadas algumas medidas restritivas, pois a população não está se respeitando os regramentos existentes, pois observamos nas últimas semanas o crescimento de festas clandestinas na região serrana, festas inclusive divulgadas, e as pessoas estão participando dessas festas, aglomerando, não fazendo uso de máscaras, o que nos preocupa seriamente.

Nós temos nos reunido desde a semana passada com os prefeitos da região, com autoridades da saúde, autoridades da segurança pública, com Ministério Público para demonstrar esse cenário.

Mas estamos cientes que sem a conscientização da população em fazer a sua parte, se continuarem a se comportarem como estão se comportando, não existe fiscalização suficiente que consiga coibir toda essa movimentação.

“Portanto precisamos da conscientização de todos, pois é impossível que em nove meses de pandemia, as pessoas não tenham consciência que se aglomerando, não usando máscaras, desrespeitando o distanciamento, impacta no crescimento da contaminação, o que levará o sistema da saúde a um colapso”. Finaliza o Secretário Claiton de Souza.

Fonte: Portal de Santa Catarina/Boletim Coronavírus Prefeitura da Lages

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o possível retorno de Carlos Moisés ao Governo de Santa Catarina

Relator do processo Deputado Kennedy Nunes pede vista ao processo