dentro

Taína Borges comenta sobre os desafios de ser jornalista

Jornalista Taína Borges fala das paixões e desafios da profissão de jornalista
Foto: Márcio Proença

A paixão por enfrentar desafios levaram Taína Borges a escolher a comunicação para sua vida profissional. Ela é natural de Lages, mas o fato de ter passado grande parte da sua vida no município de Urupema, interior do estado de Santa Catarina, não foram obstáculos para impedi-la de se tornar uma profissional de sucesso na área de comunicação.

Muitas vezes ao ler, ouvir ou assistir uma matéria produzida em um jornal impresso, rádio ou televisão, não se tem a noção de que a profissão de quem está por trás destas notícias é coberta de desafios e paixões. Pois atuar na área de jornalismo está ligado diretamente à busca de informações através das reportagens, de contar histórias através da sua redação, produzir materiais que prendam a atenção do leitor, do ouvinte e do telespectador sobre a sua matéria.

“E são exatamente esses desafios que despertam a verdadeira paixão em nós profissionais do jornalismo.” Destacou a jornalista Taína Borges

Os desafios

Taína é um exemplo de uma profissional de sucesso dentro do jornalismo, pois sua vida no interior, de família com dificuldades financeiras, pagando o primeiro ano da sua graduação em relações públicas com o salário vindo de seu trabalho nos pomares de maçã, lavouras de batatas e plantações de moranguinho, fez com que a sua paixão pela comunicação se tornasse realidade.

Após seu primeiro ano de faculdade, Taína passou no concurso para agente administrativo na Prefeitura Municipal de Urupema, e após ser admitida, convenceu a prefeita para começar a fazer a assessoria de imprensa do município, e foi onde teve um dos seus principais desafios, o de colocar a cidade de Urupema em destaque nas mídias nacionais.

Foi então que começou a fazer matéria da administração pública, turismo, com o foco principal de colocar Urupema em destaque na mídia estadual e nacional.  E as suas ferramentas foram mostrar que Urupema também tinha um frio intenso, belezas naturais e que também existia no mapa. Não sendo exclusividade do município de São Joaquim a rota de turismo como era divulgado nas mídias estaduais e nacionais.

“Assim foi meu início dentro da área de comunicação. Levantando de madrugada, enfrentando o frio, oferecendo fotos das geadas, dos sincelos, da neve, para as mídias regionais, depois estaduais até chegar as mídias nacionais.” Relatou a jornalista Taína Borges.

E foi através do trabalho árduo da Jornalista Taína, que Urupema começou a desfilar nos grandes veículos de comunicação como Estadão, Diário da Bahia, Folha de São Paulo, Zero Hora, dentre outros.

 O Sucesso

Na atualidade, Taina possui duas graduações, uma em Relações Públicas e a segunda em Jornalismo, terminando sua pós graduação em Gestão e Marketing recentemente.

Ela mudou-se para Lages em 2007, deixando para trás a comodidade de funcionária pública efetiva na prefeitura para buscar novos horizontes.

Em Lages seu início profissional foi no SBT Santa Catarina, como repórter regional do SBT TV, depois foi pro Jornal O Momento como repórter regional, cobrindo toda a região da AMURES, depois foi para a UNIPLAC, trabalhar com o Paulo Chagas na Assessoria de Comunicação, uma época bem complicada, pois foi na época da intervenção, e fazer ae fazer comunicação sem recursos, se torna um grande desafio para qualquer profissional da área de comunicação.

Ainda dentro da UNIPLAC, Taína ajudou a fundar o curso de jornalismo, juntamente com Paulo Chagas, Roberto Amaral, e com os professores Pablo, José Luís, Olivete Salmória.

Após ter trabalhado na Uniplac, Taína foi para a Câmara de Vereadores de Lages, na Assessoria de Imprensa, onde teve oportunidade de atuar em todas as áreas da comunicação, pois a Câmara de Lages, possui uma ótima estrutura dentro da área da comunicação.

Após a Câmara, atuei por quatro anos como Assessora de Imprensa e Gerente Institucional na Fundação Cultural de Lages.

Até que em 2014, juntamente com a Lize e a Flávia fundaram a Catarinas Comunicação. Após dois anos de Catarinas a Flávia decidiu sair, ficando somente a Lize e a Taína, onde prestaram assessoria de imprensa para órgãos como Polícia Ambiental, Festa Nacional do Pinhão, Polícia Militar, Lages Garden Shopping, SENAI. E nos dias atuais, também atua no Poder Judiciário de Santa Catarina como Assessora de Imprensa.

“A Dica para quem quer ser jornalista é se apaixonar todos dias pelo que faz, atualizar-se todos dias. Conhecer um pouco sobre relações públicas, conhecer um pouco sobre propaganda e marketing, se reinventar todos os dias. Ai você se realizará como profissional.” Finalizou a Jornalista Taína Borges.

Texto: Márcio Vieira Proença

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Militar prende “Malacos” que furtaram residência no Santo Antônio

Homem ameaça vizinho com arma de ar comprimido no Vila Maria