dentro

Bairro Santa Catarina em Lages vira “Terra sem Lei”

Justificando o título desta matéria

A pedido do nosso leitor Éder, promotor da Feijoada da Serra e morador do Bairro: Santa Catarina, em hipótese alguma tivemos a intenção de dar a alusão ou ligar o título Bairro Santa Catarina em Lages vira “Terra sem Lei”, moradores deste conceituado bairro da cidade.  E sim através do título da matéria dar alusão   a falta de segurança no Bairro Santa Catarina, como em todos os bairros da cidade,está se tornando uma terra sem lei.

Pois o cidadão de bem, como praticamente a maioria esmagadora dos moradores, se sentem acuados dentro das suas próprias casas, devido a acontecimentos como estes mencionados nesta matéria, onde o cidadão como um todo não pode em hipótese alguma ter uma arma dentro da sua casa, em quanto os marginais como este que está descrito na matéria abaixo, de posse de uma pistola calibre  380 sai disparando e alvejando pessoas em suas residências e ruas devido, segundo informações, acerto de contas.

Policiais Militares do Canil realizavam patrulhamento preventivo na Rua: Arthur Azevedo, Bairro: Santa Catarina quando foram informados via rádio pela Central Regional de Emergência que havia uma rixa no “beco da mina”.

No local, os policiais se depararam com V. O. A., 25 anos, já com passagens policiais por ameaça e lesão corporal, que estava com uma lesão aparente no rosto, e S. S. S., 25 anos, sem antecedentes criminais, que apresentava ferimento no ombro direito proveniente de disparo de arma de fogo.

As vítimas foram atendidas e conduzidas pelo SAMU ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Os policiais localizaram 02 munições de calibre 380 deflagradas e 01 munição de mesmo calibre intacta.

Também estavam envolvidas na ocorrência as femininas A. S., 41 anos, sem antecedentes criminais, e G. S. V., 41 anos, já com registros policiais por ameaça, lesão corporal e dano.

Segundo os envolvidos, os disparos de arma de fogo foram efetuados por M. R. D., 33 anos, que já possui informações penais e passagens policiais por roubo, furto e falsificação de documentos, o qual estaria de posse de uma pistola e seria morador do bairro Novo Milênio.

Segundo testemunhas, todos os acontecimentos foram decorrentes de uma confusão generalizada envolvendo Y. R. (idade não informada), I. A. R., 33 anos, com informações penais e passagens policiais por furto e violência doméstica, T. A. R., 26 anos, com passagens policiais por receptação, I. A., 29 anos, com passagens policiais por dano, difamação e já indiciado por homicídio culposo na direção de veículo automotor, V.O.A., 25 anos, que foi quem restou lesionado no rosto, M. R. D., autor dos disparos, e mais um masculino apenas identificado por F., do bairro Novo Milênio e que estaria com uma arma de fogo longa.

No decorrer das ações, os envolvidos ocasionaram danos no veículo FORD FIESTA SEDAN 1.6 FLEX, placas MLN0391, de propriedade de G. S. V., e na residência de A. S., que também relatou ter sido vítima, juntamente com sua filha, de ameaça quando os envolvidos armados colocaram as armas em suas cabeças. Após a confusão as partes, com exceção dos feridos, se evadiram, sendo localizado posteriormente apenas I. A. R. já no HNSP.

Os demais autores não foram localizados. Diante dos fatos, foram realizados os registros pertinentes e o recolhimento do material encontrado para as apurações de praxe.

 

Continuação da Ocorrência acima

Policiais Militares foram acionados via Central Regional de Emergência para atendimento de ocorrência de ameaça com arma de fogo na Rua: Antonio Conselheiro, Bairro: Santa Catarina, . onde no local a senhora R. M. F. C., 51 anos, relatou aos policiais que seu filho, em razão de uma tentativa de homicídio ocorrida a cerca de 6 meses atrás, teria um desentendimento com M. R. D., 33 anos, que já possui informações penais e passagens policiais por roubo, furto e falsificação de documentos e que minutos antes esteve envolvido em outra ocorrência de vulto no mesmo bairro.

Segundo a solicitante, M. R. D., portando uma arma de fogo, esteve por volta das 20h em frente à sua residência e apontou a arma em sua direção.

No momento em que os policiais estavam lavrando o boletim pela ameaça, ouviram um disparo de arma de fogo e, logo em seguida, várias pessoas correram em direção aos mesmos comunicando que um masculino havia acabado de efetuar um tiro.

Imediatamente os policiais saíram na tentativa de abordar o autor do disparo que foi logo localizado e, mesmo após receber ordem para que deitasse no chão, virou-se e efetuou disparos em direção aos policiais militares que prontamente revidaram à injusta agressão usando força letal.

Contudo, num primeiro momento, o agente conseguiu se evadir. Logo em seguida, já com apoio de policiais do PPT e demais viaturas, além da Cavalaria, foram realizadas buscas em uma residência onde o criminoso se escondera, sendo este encontrado embaixo da cama de sua mãe.

Imobilizado e preso, foi identificado como M. R. D., criminoso já denunciado pela vítima e populares. Sob a cama foi encontrada 01 munição de calibre .380 intacta, contudo a arma não foi localizada.

Logo após a prisão, os policiais foram informados de que M. R. D., também com emprego de arma de fogo, havia cometido roubo minutos antes contra o senhor A. F., 42 anos, do qual o criminoso exigira dinheiro e o telefone celular, sendo que após entregar o dinheiro a vítima tentou reagir e foi alvejada por M. R. D. no pé direito.

Conforme relatos em ocorrência imediatamente anterior, atendida pelo CANIL, a senhora S. S. S., que foi alvejada por disparo de arma de fogo na região das costas (ombro), também reconheceu M. R. D. como autor do disparo que lhe vitimou, bem como várias testemunhas apontaram o criminoso como autor dos fatos.

As vítimas de M. R. D. nas duas ocorrências permaneceram hospitalizadas e foram submetidas a procedimentos cirúrgicos.

O preso foi conduzido e entregue na Central de Plantão Policial para as demais providências legais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher tira a própria vida se jogando nas águas do Rio Canoas em Otacílio Costa

PM derruba a casa de mais um traficante na Penha em Lages