dentro

UPA realizou aproximadamente 40 mil atendimentos durante a pandemia do novo Coronavírus

Foto: Márcio Proença

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA), já realizou aproximadamente 40 mil atendimentos durante o período da pandemia do novo Coronavírus. A UPA oferece atendimento adulto, pediátrico e odontológico. A orientação é para que pacientes que apresentem sintomas característicos da Covid 19 como: tosse, febre, dor de garganta ou falta de ar procurem o Centro de Triagem, localizado no antigo prédio do Pronto Atendimento Tito Bianchini, no centro de Lages.  A orientação é para que as pessoas evitem ir com acompanhantes na UPA para evitar aglomerações.

Durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) a procura por atendimentos UPA tem acontecido de forma intensa. Somente no mês de agosto, foram realizados 6.329 procedimentos na estrutura localizada no bairro Universitário, próximo a rodoviária Dom Honorato Piazera.

Apesar de ser um volume expressivo, a procura por atendimentos na UPA registrou queda entre os meses de abril a agosto, quando comparado ao primeiro trimestre de 2020. Em janeiro foram 8.552 atendimentos, em fevereiro 12.062 procedimentos e em março foram 10.303 pessoas assistidas no local.

Lages confirmou oficialmente no dia 21 de março de 2020, o primeiro caso de Coronavírus. O que se viu nos meses seguintes foi uma queda na procura dos pacientes pelos serviços da UPA. Em abril foram registrados 5.178 procedimentos, em maio esse número passou para 5.581, em junho passaram pela UPA 6.251 pessoas, em julho 6.357 e no mês de agosto, foram 6.329 atendimentos. Desde o dia 1º de janeiro (antes da pandemia) até 31 de agosto de 2020, o total de atendimentos na UPA foi de 60.613 pessoas.

Além de receber adultos, a UPA também oferece atendimento pediátrico e odontológico. São cinco médicos por turno que estão à disposição da população, dois médicos para pediatria e três para o público adulto, além dos enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais.

O diretor da UPA de Lages, Gilmar Ribeiro da Silva, explica que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), continuam com sua função, que é atender problemas de saúde mais básicos e encaminhar para outro local, se for necessário. “Se a pessoa consegue ir na Unidade de Saúde é melhor, porque lá tem o médico da sua área que já conhece o histórico do paciente, mas a UPA está de portas abertas 24 horas por dia para atender toda a população”, acrescenta.

Fonte: Flávio Fernandes/Assessoria de Comunicação Secretaria de Saúde de Lages

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Machão enlouquecido danifica carro da mulher e vai parar na Delegacia

Penas mais rígidas para corrupção durante a pandemia