dentro

Vendaval causa pânico e destruição em Lages

Fotos: Pablo Gomes, Ari Junior, Ary Barbosa, Defesa Civil e Divulgação

No início da tarde de ontem, terça-feira (30 de junho), por volta das 14h, a população de Lages foi surpreendida por um vendaval acompanhado de chuva forte, causando pânico e destruição praticamente em todos os bairros do município. Os ventos chegaram a 130 quilômetros por hora. A chuva com rajadas fortes de vento, relâmpagos e trovões se prolongou por cerca de uma hora. Os telefones da Defesa Civil não paravam de tocar para acionamento das equipes de agentes, por parte da comunidade diretamente afetada pelo vendaval. A Diretoria de Trânsito também trabalhou bastante, para amenizar os prejuízos e ordenar novamente o sistema de tráfego de veículos, pois houve interrupções da energia elétrica em razão da queda de árvores e os semáforos pararam de funcionar.

Vários bairros de Lages, incluindo o Centro, estão sem energia elétrica e com abastecimento de água comprometido. Unidades escolares municipais e estaduais e equipamentos de Assistência Social e de saúde foram seriamente atingidos, como é o caso da Policlínica Municipal, que suspendeu seus atendimentos para os próximos dias.

Entre as ocorrências mais graves estão o deslocamento e a queda de uma estrutura de concreto que estava no telhado de um edifício residencial com estabelecimentos comerciais na parte de baixo, e foi direto sobre um automóvel na avenida Camões, bairro Coral, destruindo o veículo. Não há registro de pessoas feridas, desalojadas ou desabrigadas.

Dentre as principais ocorrência originadas pelo temporal, estão as situações de árvores que foram partidas ao meio e outras arrancadas pela raiz. Houve destelhamentos e quedas de árvores que destruíram parcial ou totalmente coberturas e paredes de casas e empresas. Casos em que será preciso fazer uma avaliação técnica detalhada para haver a definição pela interdição do local para segurança dos moradores ou ser eliminada esta possibilidade.

Defesa Civil Municipal, atualizou na noite de terça-feira (30 de junho), foram realizados até o momento 306 atendimentos de diversas situações, sendo esses: 52 ocorrências de árvores, 236 destelhamentos, 10 imóveis em situação de risco, oito quedas de postes da rede elétrica.

Foram afetados em Lages, segundo o relatório da Defesa Civil desta noite, 64 bairros: Araucária, Área Industrial, Bates, Bela Vista, Boqueirão, Bom Jesus, Caça e Tiro, Caravágio, Caroba, Chapada, Centenário, Centro, Conta Dinheiro, Copacabana, Coral, Cruz de Malta, Dom Daniel, Ferrovia, Frei Rogério, Gethal, Guadalupe, Guadalajara, Guarujá, Gralha Azul, Habitação, Ipiranga, Itapuã, Jardim Celina, Jardim Cepar, Morro Grande, Morro do Posto, Nadir, Passo Fundo, Penha, Petrópolis, Popular, Prómorar, Sagrado Coração de Jesus, Santa Clara, Santa Catarina, Santa Helena, São Cristóvão, São Francisco, São Luiz, São Miguel, São Paulo, São Pedro, Santa Maria, Santa Mônica, Santa Rita, Santo Antônio, Triângulo, Tributo, Universitário, Várzea, Vila Maria, Vila Mariza, Vila Nova e Vista Alegre. Na área rural foram duas localidades: Salto Caveiras e Cabo de Lança.

“A equipe da Defesa Civil e demais servidores municipais de outras secretarias continuam prestando todo auxílio necessário para a comunidade. Vamos estar de plantão nesta noite para possíveis chamados, se necessário”, comenta o prefeito Antonio Ceron.

Fonte: Daniele Mendes de Mello/Assessoria de Comunicação Prefeitura de Lages

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nota: 5º Batalhão de Bombeiro Militar de Lages

Semasa atualiza situação da falta de água devido à queda de energia elétrica na cidade